Aconteceu de novo... minha bebê mordedora entrou em ação!

Pois é. Foi ontem, numa consulta ao veterinário daqui de São Bernardo.
Vou contar desde o início.
Na última quinta-feira, estávamos eu e a Pink deitadas na cama quando eu sinto um carocinho nas costas dela. Acendi o abajur e fui ver a tal bolinha. Pronto! Fiquei super preocupada, a ponto de ter dificuldade prá pegar no sono.
Como eu já tinha ido na Dra. Melissa na última sexta-feira, resolvi utilizar um benefício que a Porto Seguro me oferece, pelo seguro do carro: 3 consultas pet, totalmente de graça. Como a grana tá curta, resolvi usar o tal benefício. Marquei aqui pertinho de casa, na segunda-feira ao final do dia.
Fomos até lá e a Pink quase morreu de medo. A tremedeira quando viu o veterinário novo era tanta que achei até graça. Tudo tremia nela: desde o rabinho até a ponta do focinho.
Conversei com o veterinário sobre o caroço e ele me orientou a aguardar mais 2 meses, pois pode ser uma mordida de inseto (que aqui tem muito); pode ser uma contusão (e do jeito que a Pink é louca, pode ter sido também!). Em dois meses, se não sumir, faremos exames mais invasivos e detalhados.
Aproveitei prá mostrar as bolinhas que ela tem nas costas, que parecem alergia de alguma coisa. A Pink sempre teve pequenos problemas de pele então achei melhor mostrar e aproveitar a oportunidade. Ele analisou e me passou um tratamento bem bacana. Passarei 20 dias dando um remedinho que a Pink adorou e comeu até sozinha, sem ter que fazer coisas mirabolantes como misturar com carne, dissolver no suco de frutas, enfiar no meio do pão, etc.
O veterninário aproveitou prá dar uma geral nela e viu que ela tem ainda um dos caninos, que não caiu. Quem já acompanha o blog há tempos, sabe que o primeiro canino caiu recentemente depois de uma batida da boca dela na estante. O outro continua aqui. A Dra. Melissa já havia me falado que deveríamos aproveitar daqui há algum tempo, quando formos anestesiá-la para tirar tártaro, aproveitamos e arrancamos o dentinho, caso não tenha caído.
Bom, contei toda essa história pro veterinário, que optou por pegar um instrumento odontológico e tirar a sujeirinha entre os dentes (eu passo fio dental nela todos os dias prá tirar!).
Quando eu menos esperava ele tentou arrancar, a sangue frio, o tal dente. Tá! Sei que o dente não tem raiz, que é de leite mas - concorda comigo ? - se o dente fosse assim, tão molengão, já teria caído antes. Mas não! Ele tentou arrancar. Claro que a Pink sentiu dor e depois de dar um gritinho avançou no tal homem, com os dentes aparecendo até as gengivas, rosnando e crau! Mordeu a mão do veterniário.
Só vi os dentinhos cravados na mão dele e ele arrancando, num sinal de reação pelo acontecido.
Eu mais do que depressa segurei ela, que veio correndo pro meu colo, se agarrou no meu pescoço (fiquei até bem arranhada!) e nada, nem mesmo eu, conseguia tirá-la mais.
Fiquei com dó e com certeza não deixarei mais o tal veterinário fazer nada sem me falar antes. Achei atrevido mas não imaginei que ele faria isso.
Vamos ver... tomara que o tratamento valha a pena.
E prá quem tem cachorrinho Dashund, uma boa dica: misturar 1 colherzinha de café de óleo de canola na ração, deixa a pele mais hidratada, por causa da dose extra de Ômega 3.

3 comentários:

Juliana disse...

Só me faltava essa morder o veterinário... Bjos a distância pois eu também já senti o pso deste canino... Bjos Titia

Juliana disse...

para pso leia peso

Suênia disse...

Nossa! Quem é esse vet?!

Beijos