Era uma vez uma joaninha !

Este tipo de bicho, joaninha, nunca foi a preferida da Pink. Ela já teve duas experiências com "joanas" e nehuma delas foi agradável: a primeira, ela perseguiu a coitadinha pelo chão, até pisar e matar a pobre coitada. Se ter uma joaninha nas mão, é sinal de dinheiro á vista, nem quero saber o que significa ter uma morta dentro de sua própria casa!!!!
A segunda experiência foi na verdade comigo. Uma joaninha estava andando nasminhas costas mas como eu estava de blusa de lá, não percebi. A Pink quando viu aquele mostro pisoteando o frágil corpo da mamãe, não só se pôs a latir como seu um super salto mortal em minha direção, bateu as patas nas minhas coisas e a cabeça na minha. Bom, a única coisa que eu pude ver foi a tal joaninha voando com a maior difiduldade, prá fora de casa...

Ontem, ela queria porque queria a joaninha que tenho no chaveiro do meu carro. Tenho há cerca de 3 ou 4 anos e passou por 3 carros já. Eu não queria dar de jeito nenhum, afinal eu tenho sentimentos fortes envolvidos neste artefato.
Me lembrei que eu tinha uma joaninha extra guardada nos meus pertences, junto comalguns outros chaveiros de bichinhos (chaveiros estes que eu ganhei numa promoção que participei - e trabalhei - lá no Metrópole). Dei a tal joaninha prá ela... coitada ! Durou cerca de 30 segundos com olhos e + uns 2 minutos e 12 segundos com cérebro... Lá foi mais um para a lista de falecidos no mundo animal...
Até filmei o massacre, e apresento a seguir (as cenas são fortes...):

video

Um comentário:

Rodrigo Rós disse...

Eu que presenciei a cena dela esmagando a Joana.. Foi muito engraçado....